Cachaças

“Rio Gastrocachaça”

Por  | 

Produzida desde o século XVI nos antigos engenhos de cana-de-açúcar, a cachaça hoje não apenas é consumida por todas as classes sociais no Brasil como também já é degustada em mais de sessenta países, entre eles alguns com população extremamente sofisticada e de alto poder aquisitivo. E ainda ostenta o título de Patrimônio Cultural Histórico do Estado do Rio.

Cachaças

Cachaças da Reserva do Nosco

Justamente aqui no estado, a produção é voltada para uma bebida de alta qualidade, de olho em paladares mais refinados. Uma iniciativa de um grupo formado por 15 produtores e representado pela Associação dos Produtores de Cachaça Artesanal do Rio de Janeiro (Apacerj). Oito marcas desse grupo estarão na Feira dos Produtores durante o Rio Gastronomia, evento de gastronomia que acontece nos armazéns 3 e 4 do Pier Mauá, entre os dias 4 e 13 de novembro.

Eli e Cilene, da cachaça Werneck.

Eli e Cilene, da cachaça Werneck.

Representando o grupo estarão a cachaça da Quinta, produzida em Carmo; as cachaças Coqueiro, Engenho d’Ouro e Pedra Branca, de Paraty; 7 Engenhos, do município de Quissamã; Fazenda Soledade, de Friburgo; e duas representantes do Vale do Café, a Reserva do Nosco, de Resende, e a cachaça Werneck, de Rio das Flores. Será uma oportunidade para os visitantes experimentarem as novidades que saem de alguns dos melhores alambiques do estado.

Cachaça Coqueiro Ouro - Paraty , Rio de Janeiro

Cachaça Coqueiro Ouro – Paraty , Rio de Janeiro

SERVIÇO

6ª Edição Rio Gastronomia
Feira dos Produtores com Cachaças do Rio
Data: 4 a 13 de novembro
Horário: quintas, das 16h às 22h; sextas, das 16h às 23h; sábados, das 12h às 23h; e domingos, das 12h às 22h
Local: Armazéns 03 e 04 do Pier Mauá, na Av. Rodrigues Alves 10, Centro, Rio de Janeiro.
Ingressos: www.ingressocerto.com/marcas/rio-gastronomia

Deixe seu Comentário!

comentários

Deise Novakoski

Atualmente, Deise Novakoski exerce a função de sommelière e bartender, trabalha como consultora na Academia da Cachaça e no Torna Pub e assina a coluna “Você tem Sede de Quê?”, publicada em seu site.