Você tem Sede de Quê?

Tem fofoca borbulhando na França: é a crise do champagne

Por  | 

Não é novidade que a pandemia causada pelo novo coronavírus afetou a economia no mundo inteiro. O mercado de bebidas também sentiu o impacto, com muita gente vendo as garrafas se acumulando nos estoques. Diretamente da França, chega uma fofoca de arrepiar: produtores da região de Champagne, onde nasce o vinho borbulhante que é sinônimo de festa e glamour, estariam jogando fora o excedente fabricado. Seria isso verdade?

Pesquisei, acionei o querido Rogerio Rebouças, do blog Conexão Francesa, e descobri que não era bem assim. Ninguém enlouqueceu a ponto de derramar preciosidades pelo ralo. Houve, sim, a queda do consumo – segundo o site da rádio francesa RFI, que publicou entrevista com Jean-Marc Barillère, copresidente do Comitê Interprofissional do Vinho de Champagne, a bebida anda encalhando nas adegas e a estimativa é que cem milhões de garrafas deixem de ser vendidas, por causa da Covid-19.

Enquanto grandes maisons como a Bollinger, que produz champagne que encanta de James Bond à Família Real Britânica, são capazes de absorver melhor esse impacto, as menores correm sério risco de fechar as portas. Embora a crise tenha levado o governo de Emmanuel Macron a oferecer uma ajuda de emergência para viticultores de toda a França, o alto custo de produção e a recusa do setor em deixar baixar o preço das garrafas levaram os produtores a enxugar a safra. Na prática, cerca de 22% das uvas não serão aproveitadas.

Mas Rogerio Rebouças me contou que nem tudo é derrota para os vinhateiros. Os produtores conseguiram um rendimento de 8.000 kg por hectare, que vai gerar um volume de 230 milhões de garrafas. Assim, terminou a briga entre os Vinhateiros Independentes do Champagne (VIF) e o Sindicato Geral de Champagne (SGV). Os integrantes do VIF haviam rompido com o SGV por considerar que o sindicato não levava em consideração suas necessidades, atendendo somente às demandas de negociantes e cooperativas.

VEJA OUTROS POSTS DA SEÇÃO VOCÊ TEM SEDE DE QUÊ?

Deixe seu Comentário!

comentários

Deise Novakoski

Atualmente, Deise Novakoski exerce a função de sommelière e bartender, trabalha como consultora na Academia da Cachaça e no Torna Pub e assina a coluna “Você tem Sede de Quê?”, publicada em seu site.