Vinhos

Vinho brasileiro ganha vitrines no Reino Unido durante Olimpíadas

Por  | 

Em tempos de Olimpíadas no Rio, os vinhos brasileiros estimulam uma outra competição no Reino Unido: promovido pelo projeto Wines of Brasil, a Windows Display Competition premiará três estabelecimentos especializados que se destaquem na exposição dos produtos verde-amarelos e em promoções no período dos Jogos. Serão vencedoras as lojas com as ideias mais criativas, as melhores promoções e as que obtiverem melhor resultado de vendas. A escolha ficará por conta da revista The Wine Merchant e equipe do Wines of Brasil. O proprietário da loja cuja vitrine for escolhida ganha o ouro: uma viagem para conhecer a Serra Gaúcha e suas vinícolas. A vitrine prata renderá ao lojista duas caixas de vinho; e a bronze, uma caixa.

Aproveitando a visibilidade do país por conta dos Jogos Olímpicos, os estabelecimentos que aderirem deverão utilizar o tema Brasil e os produtos brasileiros para criar uma vitrine exposta por, no mínimo, duas semanas, entre o início deste mês e o dia 12 de setembro. Os participantes receberão materiais promocionais como bandeiras, taças, camisetas e ice bags. Os pontos de venda também realizarão promoções e degustações dos produtos verde-amarelos. Após o encerramento da promoção, os representantes das lojas enviarão fotos das vitrines, um resumo sobre o impacto nas vendas e um relato sobre a aceitação dos vinhos brasileiros pelo público consumidor.

“O intuito é expandir o conhecimento sobre os produtos e aumentar a venda durante o período da promoção. O Reino Unido é um dos mercados-alvo do projeto Wines of Brasil, e ações como essas ajudam no fortalecimento da imagem do vinho brasileiro e na concretização de negócios”, defende Dirceu Scottá, presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) que, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), desenvolve o projeto setorial Wines of Brasil, que conta com a participação de 25 vinícolas.

A mesma promoção foi realizada em 2014, por ocasião da Copa do Mundo do Brasil, e tinha como projeção inicial um total de 40 participantes. Mas acabou contando com a adesão de 91 empreendimentos. A vitrine vencedora foi da Magnum Wineshop, e o lojista Brian Saunders veio à Serra Gaúcha em 2015. Ele afirma que a promoção mudou positivamente a percepção dos clientes sobre os produtos brasileiros:

“A ação teve um grande impacto nas vendas dos produtos brasileiros. Nada se compara à demonstração dos rótulos brasileiros em meio a um clima “abrasileirado”, falando sobre o país, sua cultura, seus vinhos”.

Deixe seu Comentário!

comentários

Deise Novakoski

Atualmente, Deise Novakoski exerce a função de sommelière e bartender, trabalha como consultora na Academia da Cachaça e no Torna Pub e assina a coluna “Você tem Sede de Quê?”, publicada em seu site.