Vinhos

“Brisa” que vem da Campanha Gaúcha

Por  | 

Uma leve brisa começa a soprar no mundo do vinho. E com aromas frutados. É o vinho fino tinto suave Brisa – da linha “Elementos”, da Dunamis -, que expressa a leveza e a jovialidade das uvas Merlot e Cabernet. Recém-lançado, o Brisa já está disponível para compra (com preço médio de R$ 44,90) na loja da vinícola em Gramado (RS) e, em breve, estará no e-commerce da marca e nas lojas de parceiros de todo o Brasil. De acordo com o enólogo Vinicius Cercato, o Dunamis Brisa é perfeito para quem prefere vinhos suaves sem perder a elegância:

“As notas de frutas vermelhas e do bosque despertam sensações que brincam com o olfato. Em boca, o Brisa se mostra um vinho aveludado na medida certa, mantendo a proposta da Dunamis de oferecer produtos descomplicados”.

Dunamis Brisa

Com Cercato, Thiago Salvadori Peterle forma a equipe que tem à frente o enólogo sênior Cesar Azevedo. A missão deste time é descomplicar o consumo do vinho sem abrir mão da elegância. A jovialidade dos profissionais se traduz nas garrafas das bebidas que carregam o rótulo Dunamis: vinhos e espumantes descontraídos e versáteis. A atenção desses profissionais, os cuidados nos vinhedos da Campanha Gaúcha e a delicada colheita nos parreirais se refletem em um vinho de cor vermelho rubi, aromaticidade marcante e acidez equilibrada. O Dunamis Brisa possui graduação alcoólica de 12% e harmoniza perfeitamente com sobremesas como brownie e petit gateau. O lançamento se soma aos vinhos finos da linha Elementos – Tom (rosé seco), Cor (tinto seco) e Ser (branco seco) – e aos espumantes Ar Moscatel, Ar Brut e Ar Brut rosé.

A Dunamis Vinhos e Vinhedos foi criada em 2010 por José Antonio Peterle, que assumiu a prerrogativa de explorar a riqueza das terras da Campanha Gaúcha para desenvolver sua paixão por vinhos. Com produções de uva próprias, a Dunamis conta com ampla equipe para o acompanhamento dos vinhedos, garantindo que todo o processo seja marcado por excelente qualidade. Ao todo, são 15 hectares de vinhedos em Dom Pedrito para a produção de vinhos finos, e outros 10 hectares na cidade serrana de Cotiporã, de onde saem uvas para produção de espumantes.

Deixe seu Comentário!

comentários

Deise Novakoski

Atualmente, Deise Novakoski exerce a função de sommelière e bartender, trabalha como consultora na Academia da Cachaça e no Torna Pub e assina a coluna “Você tem Sede de Quê?”, publicada em seu site.